“Meu horário de voo foi alterado, e agora?”

Na COLUNA desta semana, vamos mostrar os motivos mais comuns para que isso ocorra e como você deve proceder em cada caso.

“Meu horário de voo foi alterado, e agora?”

Durante a pandemia, alterações e cancelamentos de voos estão cada vez mais frequente devido à instabilidade da malha aérea. Os motívos mais comuns para este acontecimento são: manutenção de aeronaves; alteração da malha aérea em função de mal tempo e remanejo de passageiros de voo com pouca ocupação.


Essas alterações são previstas pela ANAC- Agencia Nacional de Viação Civil - e existem normas que regulamentam essas alterações. É importante que você esteja ciente delas para saber pelo que brigar e quando brigar. Qualquer alteração programada feita pela empresa aérea, deve ser informada ao passageiro com 24 horas de antecedência da data do voo.

Se essa informação não for repassada dentro do prazo, a empresa aérea deverá oferecer para escolha pelo passageiro as alternativas de reembolso integral ou de reacomodação em outro voo disponível da própria empresa aérea. Nos casos em que não houver disponibilidade de voo da própria empresa, a reacomodação ocorrerá em voo de terceiros, se disponível.

Ainda que o passageiro seja informado dentro do prazo, essas mesmas alternativas (reembolso integral ou reacomodação) também devem ser oferecidas aos passageiros quando:
- Nos voos internacionais: a alteração for superior a 1 hora em relação ao horário de partida ou de chegada;
- Nos voos domésticos: a alteração for superior a 30 minutos em relação ao horário de partida ou de chegada.

Se houver falha na informação da empresa aérea e o passageiro somente souber da alteração da data ou do horário do voo quando já estiver no aeroporto para embarque, as alternativas para sua escolha também são o reembolso integral e a reacomodação.


Também nessas situações em que houver falha na informação, a empresa deve oferecer assistência material, exceto se a alteração no voo for decorrente do fechamento de fronteiras ou de aeroportos por determinação de autoridades. A assistência, aplicável somente a passageiros no Brasil, deve ser oferecida gratuitamente, de acordo com o tempo de espera, conforme demonstrado a seguir:
- A partir de 1 hora: facilidades de comunicação (internet, telefonemas etc.);
- A partir de 2 horas: alimentação (voucher, refeição, lanche, bebidas etc.);
- A partir de 4 horas: hospedagem (obrigatória em caso de pernoite no aeroporto) e transporte de ida e volta. Se o passageiro estiver no local de seu domicílio, a empresa poderá oferecer apenas o transporte para sua residência e dela para o aeroporto.;

Agora, que você já sabe que isso acontece e como deve proceder, não precisa achar que sua viagem será horrível porque o horário de voo foi alterado e nem que é um sinal dos céus pra você deixar de viajar. É normal e todo o resto ocorrerá dentro da normalidade. Então, vida que segue e #partiuferias!!


Mas se você ainda tiver alguma dúvida, não deixe de falar conosco. Teremos o maior prazer em esclarecer.

 

Lilian Kelly - Geotour Viagens e Turismo

COMPARTILHE NO:

+ VEJA TAMBÉM

Você sabe qual a antecedência ideal para fechar um pacote de viagens?

Você sabe qual a antecedência ideal para fechar um pacote de viagens?

Que tal um hotel fazenda para relaxar nesse período de pandemia?

Que tal um hotel fazenda para relaxar nesse período de pandemia?

Que tal incluir Bonito em sua lista de destinos para conhecer?

Que tal incluir Bonito em sua lista de destinos para conhecer?

Turismo internacional começa a dar sinais de reabertura para nós brasileiros.

Turismo internacional começa a dar sinais de reabertura para nós brasileiros.